Tarde de Chuva
18/05/2021 18:52 em Poema

 

 

Uma palavra maçã

Juntada desconjuntada

Na garganta gutural

Quando passa o temporal

De Iansã

Desalinhado o céu é o mesmo céu

Da manhã

Mesmo que as nuvens desejem cair

Para serem chão

Para serem estrada

Abro minha porta afogando a chuva torta

Deixo meu corpo ser o caminho para o estio

Deixo o sol ser meu corpo nesse caminho

 

Sem a chuva estou ainda mais sozinho.

 

 

 

 Everton Luiz CIDAde.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!