Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Coletânea poética
28/06/2022 09:18 em Poema

SEM

Sem autorejeição

Solidão compartilhada

Sem excessos cometidos

Sem pesares

Caminho de leves pisares

Na lei da vida sucessiva

E do sucesso desta.

A graça massiva.

 

EU E O ESPELHO

Duelamos com os olhos

Quem venceu

Não se sabe dizer.

 

Jazz sem Ginga

Alta noite

Na baixa da cidade

Fumaça de farmácia

Enforcamento com máscara

O gim não deu pra mim

Sobriamente deprê

O que posso ver

Porra

Devolver o quê

Minha alma tá uma zorra

De tanta paixão

Zoada-fosse 89

Escreveria uma carta

Para não enviar.

 

 

Everton Luiz Cidade

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!