Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Trinca poética do CIDADE
05/05/2022 19:42 em Poema

 

 

XUXU

DESCONTA as mumunhas

E deixa a validade passar

Do amor

Que obrigação

Contrato

De supositório de lâmina

Eu estaria a fim se

Dormir fosse prioridade

E não sedução.

 

********

 

Ainda Que

Ainda que verme. Ainda que filme.

Éter no eterno.

Rapunzel de lona e chapéu.

Litros de mim. Linguagem líquida.

Tempo. Time. Feriado fere e passa.

Pós-pão: O FASTIO.

Semente ruim em terra fértil.

Pós-coito: terra moída.

AVE. NAVE. IGREJA. O que quer que

 

SEJA.

 

*************

 

Purgando energias ruins dos meus saltos

Arcanjos. Querubins

Quero bis

O tesão conduz nossos atos

CANUDO. Prato.

 

Finais afins.

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!