Tropeçando na Maré
23/09/2020 10:18 em Poema

 

Beleza ativa. RÊLAMPAGOS. Afagos.

Afogamentos.

Temos segredos como os tem o figo.

Me esforço para chegar

Na tua casa com minha coxidão.

Ando com cuidado.

Sem graça, culpo o sapato.

E meus tristes joelhos.

E recebo teu nada

Que faz minha vida suportável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Everton Luiz Cidade

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!