Embrulhe Pra Viagem
23/07/2020 11:23 em Poema

Quem trampa com sangue

Saca mais do caos

Nos mercados da vida oferta de morte

Eva perdeu seu escudo na escada rolante do shopping

E baniu a felicidade

Casulou em seu útero uma bomba

Isis profissional de visões extraordinárias nocauteando um E

lias amador

No meu amor as bruxas serão exaltadas

Menino Édipo partiu crendo nas tolices de

Neal Cassady Raspou da sua cabeça de bebê o cabelo espinha de peixe

Ele disse ao poder: -“Aqui estamos! Por que viemos? Onde estamos?” O poder respondeu: “Terás teu outdoor e tuas capas de fanzines!”

O condutor celestial ficou famoso por ser generoso

Com rapazes audazes

Com belos machucados da cor do outono

Deus Genet não ama soldados mas ama vilões de coturnos

Eva criou ambos mundos e sorriu pra

Virgem Enquanto saudava a angústia que não fala por ela.

 

 

 

 

 

Everton Luiz Cidade

Ilustração: “A Mãe de Sangue” (“A Mind Sang”) do artista e animador português Vier Nev atravessa

COMENTÁRIOS