Nunca quis ser Jovem
30/05/2020 12:41 em Poema

 

Nunca quis ser jovem

Destruir

Tudo que se move

Dentro de mim

Energia ancestral

Demônios

Anjos

Aliens

Deus enfim

A felicidade arrebata

Até que se arrebenta

Num filme ruim

Numa produção barata

Mas até lá vamos aos exorcismos

Como irmãos casmurros

Fechando bares

Dando água aos burros

E aos santos.

 

 

 

 

Everton Luiz Cidade

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!