JÁ-JOÃO
11/07/2019 15:11 em Poema
Ah, João
Foi te esconder
No céu, então?
Que desacato
Deixar esse mundo ainda mais chato
Deixar patos, cisnes e marrecos tristes
Sem teus sambinhas de mil cores
Mil notas só
Querer bem é tão difícil
Quando se está cansado de viver
Cansado das dores
TIM-TIM-TIM-sozinho com seu violão
Um lamento numa prece ao luar
Melancolia que da gente não sai
Chega de não ser
Chega de solidão
Chega de 
Desdizer do mau comportamento
Do meu desaplumado coração
Ah, João
Nunca vai chegar de saudade
Nesse mundo que é só maldade
O que faremos, então?
 
 
 
 
 
 
Everton Luiz Cidade - Compositor, escritor e poeta, Socio-proprietário na Pulperia Roupas, livros música e arte - São João  1140 -São Leopoldo
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!