Revista Rockpedia » Poema

 

Últimas notícias

Rimbaud Santinho Pão e Vinho

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017 às 20:20
 
 
 
RIMBAUD ERA ARDILOSINHO
COMO UMA RAPOSA,UM CACHORRO VINAGRE
MAS QUEM NÃO GOSTA DE UM LUPINO,DE UM CACHORRINHO
MESMO QUE ESSE LHE MORDA A MÃO
A MÃO DA MORTE A MÃO DO PÃO
A MÃO QUE SEGURA O PAU,A MÃO QUE DÁ A BENÇÃO
MAMÃE VERLAINE ,PAPAI ANJO BABILONICO ALBINO
RIMBAUD NA ABSSINIA
RIMBAUD NO RIO DE JANEIRO NO MORMAÇO 
NO PASSINHO EM FEVEREIRO
INDO AO CHÃO COM O CORAÇÃO FEITO VESPEIRO
DE ANFETAMINA E COCA  QUE SENHORA BOLOR
NO NARIZ LHE SOCA-AMOR DE CORPO INTEIRO
AO INVÉS DA PERNA QUASE PERDEU O BRAÇO
TORNIQUETE ALÇA DE ISOPOR
VENDE CERVEJA NA PRAIA-FIADO NÃO-
FIADO SÓ O INFERNO.FIADO SÓ O ORGULHO.
FIADO SÓ A PASSAGEM FEITO UM BOM MERGULHO.
MÃE OCEANO.MÃE DANOS.PAI CERTEZA.FILHO DOR.
 
 
 
 

Everton Luiz Cidade - Compositor, escritor e poeta, Socio-proprietário na Pulperia Roupas, livros música e arte - São João  1140 -São Leopoldo

© Rockpedia A RÁDIO ROCK
BRLOGIC